Cerveja

O que é Dry Hop?

Em nosso site vamos falar como é feito o método de Dry Hopping nas cervejas artesanais. Confira!

Mas o que vem a ser o Dry Hopping? Vamos lá!

Surgido na década de 90, o Dry Hopping é uma a técnica onde adiciona-se o lúpulo na produção da cerveja durante a fermentação.  Esse processo ocorre durante a maturação (fase fria). A técnica é bastante comum em cervejas especiais, potencializando os sabores e aromas.

Há três maneiras de se executar o Dy Hopping: através da adição dos lúpulos no fermentador primário, secundario e por adição aos lúpulos no barril.

A primeira opção é menos eficiente, porque o lúpulo adicionado em grande quantidade durante a fermentação,  anula o aroma graças ao efeito do CO2. A idéia, segundo alguns cervejeiros, é manter o oxigênio longe da cerveja, tornando-a mais estável.

Já adição do lúpulo no fermentador secundário é muito comum na produção de cervejas, obtendo mais sabor ao menor custo. No entanto, o cervejeiro corre o risco de oxidação e uma redução da validade da bebida durante o processo.

E por último, a técnica de lúpulo no barril.  Muito utilizada, a aromatização do líquido dura aproximadamente de 3 a 4 semanas. O ponto negativo fica por conta de uma possível perda do sabor dentro do recipiente.

Os  lúpulos mais utilizados são o Saaz, Hallertauer, Goldings e Cascades.

Já deu para se ter uma ideia do que é o processo de Dry Hopping, né?